Buscar
  • GBettoni

Como nasce uma startup? Vivenciando o Startup Weekend Londrina



Olá, tudo bem?

Ultimamente você já deve ter ouvido falar bastante sobre startups, mas você sabe o que é uma startup ou já participou de algum evento sobre?

Como muito bem definido por Steve Blank, um empreendedor do Vale do Silício, autor de livros e professor de universidades como Stanford, Berkeley e Columbia, “Uma startup é uma organização temporária projetada para procurar um modelo de negócio repetível e escalável”.

Baseado em seu conhecimento, Steve Blank desenvolveu uma metodologia enxuta e rápida para a criação de startups baseada em Customer Development, ou seja, desenvolvimento através da necessidade dos clientes.

Mas o que isso tem a ver como o evento?

Tudo! Pois o evento Startup Weekend, realizado neste último final de semana, do dia 15 a 17 deste mês de setembro, utilizou essa metodologia para transformar uma idéia em um modelo de negócio, em apenas 54 horas.

Várias pessoas de várias localidades vieram a fim de ter novas idéias, refinar as idéias já existentes e aprender mais como estruturá-las para que se tornem negócios de sucesso.

Veja então como foi essa experiência!


Para melhor entender, defini a jornada desse evento em 5 principais etapas:


1º Definição da Idéia de Negócio

Esta foi uma das primeiras etapas do evento, em que vários participantes eram estimulados a apresentar alguma idéia que tinham ou algum problema que gostariam de resolver. Como existia uma grande variedade de idéias, ao final dessa etapa era feita uma votação pelos participantes do evento, sendo que cada participante do evento tinha direito a 3 votos. No final, as idéias com maior quantidade de votos eram selecionadas para que então pudessem prosseguir para a próxima etapa, a formação dos times.

2º Formação da Equipe Multidisciplinar

Este é o momento chave do evento, pois para que se tenha um bom desenvolvimento, é extremamente importante ter uma equipe mista, composta por desenvolvedores, designers e pessoas de negócios, pois uma grande idéia não é nada sem uma grande execução, e para que uma execução seja bem sucedida todo mundo precisa de PESSOAS!


3º Desenvolvimento do Modelo de Negócios

Mãos à obra, é nesta etapa em que começa a se desenhar o modelo de negócios utilizando a ferramenta Canvas (caso não conheça, não se preocupe, existem mentores que irão lhe ajudar). Esse modelo de negócios muda várias vezes ao longo do evento, pois cada nova idéia é verificada. Essa ferramenta apesar de ser super simples, ela bem utilizada é super poderosa, pois você consegue visualizar todos os aspectos do negócio.

4º Validação da Idéia e Modelo

Fundamental para qualquer negócio, vale ressaltar a importância da validação da sua idéia. Como o final de semana é curto, as equipes precisam se organizar e literalmente ir pra rua, conversar e pesquisar com potenciais clientes, consumidores e usuários. Somente através dessa pesquisa, você vai identificar se o seu modelo de negócios é viável e se vai de fato resolver o problema de alguém. Em muitos casos você pensa na solução de uma forma, mas o seu cliente é quem te dá essa solução, e no caso, você precisará ajustar o seu modelo de negócio de tal forma a resolver essa dor do seu cliente.

Apenas um comentário aparte do evento, é sobre a importância de conversar com seus potenciais clientes antes mesmo de montar sua empresa, principalmente se for um modelo de negócios diferente do que o mercado está acostumado. Quando o empreendedor possui a tal “grande idéia”, muitas vezes por despreparo ou desconhecimento, o mesmo negligencia essa validação, resultando então em negócios fracassados, perda de tempo e dinheiro, levando então um tempo maior e mais doloroso para conquistar seus objetivos. Por isso recomendamos sempre que converse com profissionais capacitados para poder te ajudar.

Voltando ao evento, note que até o momento, ninguém falou em construir um site, uma plataforma web ou um aplicativo. Isso é interessante pois grande parte das pessoas acredita que para validar sua idéia você precisa ter um “produto” pronto, o que não é verdade, desmistificando então dessa forma o MVP (Produto Mínimo Viável).

5º Prática e Apresentação do Pitch

Bem, idéia validada, modelo de negócios adequado, pesquisas de mercado realizada, chegou então a hora de vender sua idéia! Mas e agora? Agora é a hora da pessoa escolhida para fazer o pitch, criar o seu discurso e praticar, praticar e praticar, simples assim.

Chegou então a hora de você apresentar para a banca (e que banca o pessoal de Londrina preparou!), de mostrar para eles que vale a pena investir no teu negócio. Esse é o grande momento do evento! Momento em que serão apresentadas grandes idéias e de onde sairão possíveis negócios!


Bem pessoal, durante toda essa jornada do evento, todos os presentes possuem grandes oportunidades de melhorar seu networking, de aprender junto com especialistas e mentores, de errar e acertar e, assim, conseguir aprender de maneira prática como validar sua idéia e começar a sua jornada para tirar a sua startup do papel.

Gostaria de deixar aqui meu agradecimento aos organizadores do evento que pertencem a comunidade local de startups, a Redfoot, por terem trazido para a região um evento que fortalece e consolida a região, bem como por todo o conhecimento gerado e compartilhado.


E se você tem uma idéia ou quer abrir seu negócio, você pode contar conosco para te ajudar a tomar a melhor decisão!

Abraço e bons negócios,


Gustavo

Sócio e CEO

GBETTONI Consultoria Empresarial

Obs.: Crédito das fotos aos organizadores do evento. E se quiser ver mais entre no face em https://www.facebook.com/SWlondrina/

#dicas #negócios #empresas #planodenegócios #franquias #franchising #startup

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo